Blog

Vinicius Schettino

Ideias e tópicos de interesse de um Engenheiro de Software

As estimativas de esforço em desenvolvimento de software geralmente tendem a dois extremos: simplesmente não existem (quando ficar pronto vai estar pronto) ou são feitas por um gerente que simplesmente quer aquele prazo, que não necessariamente é viável. Nenhuma das duas abordagens é interessante para o resultado do projeto. Lógico que o desenvolvedor não gosta de tecer estimativas: ele se sente como se estivesse dando o chicote na mão do feitor. Da mesma forma, o gerente é avaliado de acordo com sua capacidade de cumprir expectativas. Ou seja, ele quer que o prazo (e o escopo) seja cumprido de qualquer forma.

Continue reading...

Um cenário conhecido: Quinta feira, véspera de feriado, 17h30. O estagiário concebe a brilhante ideia de subir um "negocinho" para produção sem teste, porque é coisa boba. O resultado não poderia ser outro: clientes ligando desesperados, chefes com raiva e dinheiro indo embora pelo ralo. É nessas horas que surge a figura do desenvolvedor experiente, faz tudo, que está na empresa desde sempre. Com cara de quem sabe o que está fazendo, passa horas a fio para descobrir o problema, o financeiro libera uma pizza para aqueles que ficam até tarde. O herói faz a correção e ganha um tapinha nas costas do chefe e dos companheiros de equipe. Mal sabe ele, e todos os envolvidos, que essa situação é a representação de um problema na cultura organizacional que, a médio prazo, destrói a produtividade e a evolução das equipes de desenvolvimento de software.

Continue reading...